Marcas em movimento

Há um novo mundo de negócios se sobrepondo aos antigos modelos que até então conseguiam sobreviver às mudanças de comportamento globais. A inovação, a improvisação e a imaginação passam a cada dia a ter mais presença no cotidiano das pessoas, e portanto, necessitam migrar para o cotidiano das marcas. Cada vez mais torna-se fundamental que as marcas se conectem com a cultura para chegar ao coração das pessoas e poder desfrutar do impacto transformador que as marcas têm junto aos públicos. Há um novo mundo lá fora de consumidores engajados, fazendo com que as corporações não sejam mais as donas absolutas das marcas, – as pessoas sim!

Este novo movimento pensa marcas e produtos em um processo contínuo, em evolução, com um que de experimental. A experiência auxilia as marcas a escaparem da monotonia do mercado. Sacode, inspira, respira, se move.

Humanizando Marcas pensa como Gobé (2010): que um processo criativo colaborativo pode levar a soluções incomuns que fazem as pessoas gravitarem na direção das marcas e as marcas repercutirem nelas. Fazer e pensar ideias que sua empresa e você ainda não tenham refletido, ou, não tenham colocado em prática. Pensar diferente. Fazer diferente. Pensar e fazer em movimento.