A revolução do aluguel
Rent the runway

A Rent the Runway é uma empresa de moda com alma tecnológica. A marca desafia os sistemas tradicionais do varejo e tenta reescrever novas regras. Fundada em 2009 em Nova York, com a proposta de oferecer um serviço de aluguel de vestidos de festas e acessórios. Hoje, com cinco lojas nos Estados Unidos e um e-commerce, a iniciativa conta com parcerias renomadas com grifes como Oscar de la RentaProenza Schouler e Tory Burch.

Em 2016, criou o conceito “Closet in the Cloud” um novo serviço, uma nova maneira de consumir roupas de forma consciente através de uma opção que permite o aluguel de roupas mensais em uma logística por assinaturas.

Partindo de uma taxa fixa de U$89 os clientes podem alugar quatro peças por mês – de mais de 200 marcas – na categoria de itens diários, com frete grátis, limpeza e seguro incluídos, esse formato foi chamado de RTR Update.

“Existe tanto lixo quando se trata de closet – a maioria das mulheres não usa 80 ou 85% do que elas têm –”, afirma a sócia-fundadora da Rent the Runway, Jennifer Hyman. “O que nós oferecemos é novidade e variedade. As nossas lojas têm se tornado extensões dos guarda-roupas dos nossos consumidores”.

Seu lema para 2018? Mantenha seu closet com uma curadoria excepcional.

Repense o seu closet – Troque o fast fashion por roupas essenciais de qualidade, assim você pode se arriscar mais e testar novas tendências.

Livre-se de itens desnecessários – Dê adeus aquelas peças que você nunca usa.

As marcas hoje, mais que do nunca, precisam olhar para os seus consumidores e entender o novo modelo de consumo, construído a partir de experiências e ações que gerem o engajamento. Marcas humanizadas fazem isso.